Livro | A Câmara Clara | Roland Barthes

Fotografia, Inspiração, Livro

Roland Barthes termina a sua obra derradeira com o vislumbre de duas escolhas possíveis na Fotografia: a fotografia do realismo contingente a preocupações de teor estético e empírico ou a fotografia do realismo puro e absoluto, aquela que transporta consigo “o despertar da inacessível realidade”

leia mais

edição original:

 

https://nunonogueiraferreira.wordpress.com/2009/04/27/a-camara-clara-roland-barthes-1980/

Publicidade

Livro | Filosofia da Caixa Preta | Vilém Flusser

Fotografia, Inspiração, Livro

Quem escreve precisa de dominar as regras da gramática e da ortografia. O fotógrafo amador apenas obedece a «modos de usar», cada vez mais simples, inscritos no lado externo do aparelho. democracia é isto. Deste modo, quem fotografa como amador não pode decifrar fotografias. A sua «praxis» impede-o de fazê-lo, pois o fotógrafo amador, crê que o fotografar é o gesto automático graças ao qual o mundo vai aparecendo. Impõe-se uma conclusão paradoxal: quanto mais gente houver a fotografar, tanto mais difícil se tornará o deciframento de fotografias, já que todos acreditam saber fazê-las…”

leia mais

 

http://abblau.blogspot.com.br/2008/02/vilm-flusser-ensaio-sobre-fotografia.html

Inspiração | Andreas Gursky

Inspiração

.

.

Andreas Gursky (nascido em 15 de janeiro de 1955) é um artista visual alemão conhecido por fotografar arquitetura de grande formato, à cores, muitas vezes empregando um ponto de vista elevado da paisagem. (ler mais)

.

Andreas Gursky photography

Andreas Gursky photography

Andreas Gursky photography

One of the most famous of the contemporary art photographers is Andreas Gursky. Gursky was born in Leipzig, Germany in 1955. He makes large-scale colour photographs distinctive for their incisive and critical look at the effect of capitalism and globalisation on contemporary life. (ler mais)

 

.

Fotos de Andreas Gursky no Tumblr

Fotos de Andreas Gursky no Tumblr

.

.

.

Inspiração | Chris Marker

Fotografia, Inspiração

.

.

A possibilidade de romper com relações estabelecidas e propor novas abordagens é uma das características dos trabalhos de Marker.

… ele dividiu o mundo em listas de coisas elegantes, coisas tristes, coisas que não valem a pena filmar e coisas que fazem bater o coração.

… ele rouba olhares como um trombadinha rápido, correndo com seu tesouro.

… ele amava a fragilidade desses instantes suspensos, essas lembranças que serviam apenas para deixar lembranças.

.

.

artigo relacionado

.

.

.